Semana da Família – Padre Adilson

pe_adilson

Semana Nacional da família

Todo ano, a Igreja Católica, tem o mês de agosto, como um mês temático. Sempre desenvolve o tema da vocação (chamado). É o “mês vocacional”. Neste mês, são consideradas as vocações do ser humano e do cristão (ã). Como ser humano cada um é chamado (vocação) à vida (existência), a realizar-se (desenvolver seus dons individuais), a ser feliz (ninguém nasce para a infelicidade). Esta é a vocação mais fundamental: assumir e construir, livre e responsavelmente, sua existência, em convivência com seus semelhantes.  Como cristão (ã) é chamado à santidade (torna-se santo (a)), iniciando este caminho pelo Batismo, numa comunidade eclesial.

Para viver estas duas vocações fundamentais (a existência: realização pessoal e a felicidade), a proposta da Igreja Católica acena para quatro (04) caminhos. Todos são caminhos para execução e realização das vocações fundamentais. São as denominadas “vocações específicas” ou as opções estritamente pessoais, respondendo a uma inclinação ou tendência (chamado) individual. São caminhos, portanto, para dar uma resposta livre, consciente e responsável à existência e à felicidade (bem-aventurança ou santidade).

Os quatro caminhos são: responder ao chamado para o sacerdócio ministerial (ser padre, presbítero, diácono); assumir a vocação matrimonial (construir o sacramento do Matrimônio e uma família, segundo o Plano de Deus); responder, livre e conscientemente, ao chamado à vida consagrada (ser religioso ou religiosa, membro de Ordem ou Congregação e Institutos Religiosos); leigo solteiro ou casado, vivendo um serviço ou ministério, em uma comunidade eclesial. Todas estas vocações específicas são vividas em vista da construção da Boa Nova do Reino de Deus. Todas são queridas e amadas por Deus. Todas levam, se vividas com consciência e responsabilidade, à felicidade, portanto, à santidade.

Aqui no Brasil, sob a orientação da CNBB, todos os anos celebra-se, na segunda semana do mês de agosto, a Semana Nacional da Família (de 08 a 14 de agosto). Cada ano tem um tema próprio que é desenvolvido em encontros que podem ser vividos em grupos familiares. Neste ano, propõe para reflexão “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva”.  O tema recorda que o homem e a mulher se realizam no amor. Durante os encontros, será possível entender que as famílias que vivem o amor são plenamente vivas e, assim, sendo este “o melhor caminho para encontrar o verdadeiro amor, fonte inesgotável de alegria e de realização”.

A Comunidade Paroquial São Luis Gonzaga aderiu à Semana Nacional da Família e sob a orientação da Pastoral Familiar em conjunto com as Comunidades que, dela, fazem parte propõe um programa de atividades que são vividas na Matriz e nas respectivas Comunidades. Na Matriz, iniciando no dia 08 de agosto, às 19,00h, com a celebração da Missa com a presença de representantes das várias Comunidades: é a Família Paroquial.

Nos demais dias da semana, sempre às 19,00h, na Matriz serão celebrados e desenvolvidos aspectos da família viva: Eucaristia, Movimentos familiares, oração, catequese, juventude, trabalho, participação da família, na vida da comunidade.

Participe e confira se, de fato, sua família é plenamente viva!

P. Adilson José Colombi scj, prof. de Filosofia – peadilson@uol.com.br